Polícia Civil investiga mulher que se passava por advogada em Itajubá-MG

Nesta sexta-feira, dia 5 de agosto em Itajubá, a Polícia Civil imitiu um mandado de busca e apreensão, contra uma mulher de 37 anos, que se passava por falsa advogada em Itajubá-MG.


Na ação, foram apreendidos um celular e documentos e de acordo com a Polícia Civil, eles escutaram as vítimas e testemunhas. Assim a investigação segue em andamento para completa elucidação dos fatos.

Ainda de acordo com as autoridades policiais, as as investigações tiveram início no dia 21 de julho após receberem a denúncia do presidente da OAB de Itajubá.

A investigada chegou a receber mais de três mil reais de um cliente e apresentava um registro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do estado de São Paulo que estava falsificado, tendo arranjado clientes tanto na área Cível quanto Criminal.

A falsa advogada chegou a visitar um detento no presídio de Itajubá, apresentando o registro de outra advogada que estava corretamente registrada na OAB de São Paulo.
Tecnologia do Blogger.