Rapaz de 23 anos morre afogado após sair de Baile Funk; Perto de Pouso Alegre-MG

domingo, maio 30, 2021
Neste domingo, dia 30 de maio, o Corpo de Bombeiros achou o corpo de um jovem de 23 anos, no Rio Sapucaí, bairro Paraíso dos Pescadores, entre Pouso Alegre e São Sebastião da Bela Vista.


A vítima, teria participado de um Baile Funk e depois teria atravessado o rio para ir embora. Uma testemunha falou que viu Lucas submergir e não retornar.

Após a Pericia verificar o corpo da vítima, não tendo nenhuma marca de violência.

A festa se deu por grupo que já fizeram outras festas, no qual resultou na morte de outra pessoa ano passado.


A festa teria acabado somente com a chegada da Polícia Militar. Sendo que um dos organizadores do baile funk fez um vídeo debochando da Polícia.

Recebendo mais informações atualizaremos à página.

Fonte: Corpo de Bombeiros

Perseguição termina em acidente na BR-459, em Piranguinho-MG; Sem vítima

domingo, maio 30, 2021

Na madrugada de sábado para domingo, dia 30 de maio, ocorreu um acidente sem vítima, na rodovia BR-459, em Piranguinho, próximo a barraca azul. 

Segundo a Polícia Militar Rodoviária, a principio o acidente envolveu 3 veículos, sendo que um dos envolvidos teria evadido do local e segundo o relato de um dos condutores, um veículo aproximou dele próximo ao trevo da Mahle e pediu que ele parasse, porque ele queria conversar com a moça que estava com ele no carro (fiat palio), no entanto ele não parou e seguiu em frente até Piranguinho. Diante disso um veículo Ford Escort veio atrás e tentou por varias vezes interceptar o veículo, que colidiu na lateral direita e na traseira.

Salientando que o veículo Fiat Palio chegando em Piranguinho colidiu em outro veículo (fox), sendo o terceiro envolvido. Depois o motorista do Escort fez a manobra de retorno e evadiu do local. Felizmente o acidente não teve nenhuma vítima e não ninguém saiu ferido.






Até o momento da entrevista, a polícia já tinha feito o rastreamento, em alguns bairros das proximidades. Felizmente foi identificado o condutor, no entanto ainda não foi achado o veículo.

Diante do exposto a Polícia Militar Rodoviária e Polícia Militar que estavam no local fizeram todos os procedimentos de praxe e estão na busca do veículo.

Parabéns aos policiais pelo trabalho desempenhado.



Minas Gerais tem caso confirmado de infecção pela variante indiana da Covid-19

sábado, maio 29, 2021
Brasil já soma 8 casos

A Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora-MG, confirmou nessa quinta-feira, dia 27 de maio, que um paciente com covid-19 de Juiz de Fora está infectado com a cepa indiana do coronavírus, chamada de B.1.617.

Com isso, o Brasil soma 8 casos da variante. Foram confirmados 6 casos em São Luís (MA) e 1 em Campos dos Goytacazes-RJ.

O paciente de Juiz de Fora esteve na Índia e encontra-se internado e isolado no Hospital Santa Casa de Misericórdia. O Ministério da Saúde informou que a mulher dele está assintomática, em isolamento domiciliar e sendo monitorada.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) declarou, em nota, que o paciente chegou no Brasil pelo aeroporto internacional de Guarulhos-SP, em 18 de maio. Foi para Juiz de Fora em um veículo fretado pela empresa para a qual trabalha.

De acordo com o órgão, o passageiro passou “pelo controle sanitário da Anvisa no Aeroporto de Guarulhos, apresentou teste RT-PCR negativo realizado dentro das 72h previstas pela portaria, além de Declaração de Saúde, não tendo reportado nenhum sintoma e tendo sido orientado a permanecer em quarentena”.

O homem realizou novo teste no dia 20 de maio, cumprindo protocolo da empresa, e teve resultado positivo. Foi internado no dia seguinte.

“Ao ser informada do caso, a Anvisa imediatamente disparou alertas ao Cievs (Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde) nacional, Cievs estaduais de São Paulo e Minas Gerais, bem como à Secretaria Municipal de Saúde de Juiz de Fora, para que os contactantes em todo o trajeto e familiares pudessem ser colocados em monitoramento”, disse a agência.

Os 6 primeiros casos da cepa indiana foram confirmados em São Luís em 20 de maio. São tripulantes do navio Mv Shangon Da Zhi, ancorado no Estado.

Nessa quarta-feira, 26 de maio, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo disse que identificou o 1º caso de infecção da covid-19 provocado pela variante indiana no Estado. Assim como no caso de Juiz de Fora, o passageiro desembarcou em Guarulhos apresentando um teste negativo. Fez um teste ainda no aeroporto e, em seguida, embarcou para o Rio de Janeiro.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a variante indiana já foi localizada em pelo menos 53 países. A organização também recebeu informações de fontes não oficiais de que a cepa B.1.617 foi identificada em mais 7 territórios, elevando o total para 60.

A variante indiana é mais agressiva e já era esperado que chegasse ao Brasil, segundo o médico infectologista e professor emérito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Dirceu Greco. Ele explica que o vírus é altamente mutável, e é possível que outras variantes ainda surjam, na medida que mais pessoas são infectadas a cada dia e continuam em circulação, ainda mais em se tratando de um microrganismo facilmente transmitido pelo ar.

O que se sabe sobre a variante indiana?


A linhagem indiana se manifesta em três variações, que já foram identificadas em quase 50 países: são as chamadas B.1.617.1, a B.1.617.2 e a B.1.617.3. A diferença está no tipo de mutação apresentada.

São mutações nos genes que codificam a porção da estrutura do agente patogênico localizada em sua superfície, parte que se conecta aos receptores das células humanas, iniciando a infecção - é a função do que se conhece como a espícula do vírus.

O receio entre as autoridades médicas e sanitárias é de que a B.1.617 seja mais transmissível do que as cepas anteriores. Mas nada ainda é cravado com certeza. A capacidade de contaminação precisa ser melhor quantificada.

Um questionamento recorrente é se o potencial para ser mais transmissível ou mais transmitido parte do comportamento próprio do vírus ou pela postura dos hospedeiros - ou seja, se os seres humanos continuam sem seguir as orientações sobre prevenção.

Não está comprovado se a variante indiana influencia para um índice maior de quadros severos da COVID-19 ou na incidência de mortes. Também não há consenso se a linhagem escapa da proteção provocada pelas vacinas que se têm até o momento, ou acerca de uma possível imunidade obtida por uma primeira infecção.

O que se tem entre os estudiosos é que os imunizantes até agora conseguem também barrar a disseminação da nova linhagem - a chegada da nova variante não significa nenhuma contraindicação às vacinas.

Sobre os caminhos que o vírus percorre desde que entra no organismo e os mecanismos da doença, é tudo similar, não importa qual seja o tipo do coronavírus. Certas características influenciam mais mesmo é no maior poder de transmissibilidade.

Versões anteriores precisavam de maior quantidade de vírus para causar a infecção. Para as novas variantes, a carga viral um pouco mais baixa já pode causar a doença e, nesse ponto, isso é um dos perigos. Mesmo sem a certeza sobre uma forma mais grave da COVID-19, o grau de transmissibilidade, nessa análise, pode ocasionar uma maior quantidade de indivíduos infectados.

A possibilidade de novas cadeias de transmissão, com potencial para elevar o número de pacientes que precisarão de um atendimento nos hospitais, o que aumenta a exigência por leitos nas enfermarias e nas unidades de terapia intensiva (UTI), é uma situação que inspira cuidados especialmente quanto à nova cepa.

Isso sim pode ser um risco em particular sobre as variantes: pacientes que poderiam se recuperar e morrem pela ausência dos cuidados básicos nas unidades de saúde, e quando se tem acesso a elas. Haja visto o que aconteceu nos primeiros meses de 2021: em vários estados do Brasil, a taxa de ocupação nos hospitais ficou bem acima da capacidade e levou a um cenário caótico.

Quanto aos protocolos para a prevenção da variante B.1.617, são os mesmos como até agora amplamente propagados, assim como não há diferença quanto aos principais sintomas da COVID-19 e formas de tratamento.

Polícia Militar apreende motocicleta em Piranguinho-MG

sexta-feira, maio 28, 2021

Na noite desta quinta-feira, dia 27 de maio, a polícia militar de Piranguinho apreendeu uma motocicleta no bairro Beira Rio.

Por volta das 18:30h, a guarnição foi acionada a comparecer no bairro, por conta de uma atitude suspeita de um motociclista. Ao chegarem no local a polícia se deparou com o autor em alta velocidade.

Ao ser feito a abordagem, a motocicleta não tinha placa de identificação e o condutor estava sem capacete de proteção. Foi constatado também que o autor não possuía CNH e não estava com o veículo licenciado.

Diante os fatos o veículo foi apreendido.

Sambista, cantor e compositor, Nelson Sargento, morre aos 96 anos

quinta-feira, maio 27, 2021
Morre sambista Nelson Sargento aos 96 anos com Covid-19 | A Gazeta

Nelson Sargento, faleceu na manhã desta quinta-feira, dia 27 de maio, aos 96 anos, no Rio de Janeiro.

Presidente de honra da Estação Primeira de Mangueira e autor de sucessos como "'Agoniza, mas não morre" (1978), o sambista estava internado no Instituto Nacional do Câncer (Inca), desde quinta-feira, dia 20 de maio.

Segundo o hospital, Nelson Sargento chegou ao Inca com um "quadro de desidratação, anorexia e significativa queda do estado geral. Ao chegar na unidade, foi realizado o teste de Covid-19, que apontou positivo". O sambista era paciente do Inca desde 2005 quando foi diagnosticado e tratado de um câncer de próstata.

Velório e luto oficial

A família de Nelson Sargento informou que não haverá velório e o corpo será cremado em cerimônia restrita por causa da pandemia.

A Prefeitura do Rio decretou luto oficial de três dias na cidade por causa da morte do sambista.

Nelson Sargento, um dos últimos bambas do samba, morre aos 96 anos | VEJA
"Se você não espalhar o que viu, a história não anda. O samba é um grande delator". - Nelson Sargento, ao jornal Gazeta do Povo, 23.10.2019.

Breve esboço biobibliográfico 
de 
Nelson Sargento

Nelson Mattos (25.7.1924, Rio de Janeiro/RJ - 27.5.2021, Rio de Janeiro/RJ). Compositor, cantor, artista plástico, escritor e ator. Seu envolvimento com o samba desde os anos 1940, especialmente na escola de samba Estação Primeira de Mangueira, fazem dele uma figura importante para as transformações do gênero, para a evolução do Carnaval carioca e para a história da música brasileira. Apelidado de “filósofo do samba”, grava composições incompletas do compositor Cartola (1908-1980). O vozeirão grave do cantor é uma marca do samba: a elegância de sua interpretação torna-se uma assinatura inconfundível para os amantes do ritmo. A rouquidão que caracteriza sua voz compensa a extensão limitada e evoca a tradição boêmia de mestres como o cantor e compositor Nelson Cavaquinho (1911-1986).

O contato com o samba começa cedo. Nelson desfila desde os 9 anos pela Escola Azul e Branco, do Morro do Salgueiro, onde vive com a mãe e os 17 irmãos. Quando completa 12 anos, a família se muda para o Morro da Mangueira. A mãe se envolve com o compositor de fado e pintor de parede português Alfredo Lourenço (1885-1957), conhecido como Alfredo Português. Nelson o acompanha nos ensaios da extinta Escola Unidos da Mangueira. Aprende a tocar violão com mestres do samba como Cartola, Nelson Cavaquinho e o compositor Geraldo Pereira (1918-1955). Por influência do padrasto e do compositor Carlos Cachaça (1902-1999), integra a ala de compositores da Mangueira em 1942.

Em 1958, torna-se presidente da ala dos compositores. Em 2013, é homenageado com o cargo de presidente de honra da escola. Nos desfiles de 2019 e 2020, ganha papel de destaque, desfilando como personagens protagonistas do enredo: Zumbi dos Palmares e o carpinteiro José (pai de Jesus Cristo), respectivamente.

Nos anos 1960, frequenta as rodas de samba do bar Zicartola, de Cartola e sua companheira, a sambista Dona Zica (1913-2003). Em 1965, ganha visibilidade ao participar do show Rosa de Ouro, produzido por Hermínio Bello de Carvalho (1935), com participação de artistas como os cantores Paulinho da Viola (1942), Elton Medeiros (1930-2019) e Jair do Cavaquinho (1922-2006). As apresentações resultam no lançamento de dois LPs. Com esses três artistas e também com os cantores Anescarzinho do Salgueiro (1929-2000), Zé Keti (1921-1999) e José da Cruz (1927?), integra o grupo Voz do Morro, que lança três álbuns entre 1965 e 1966. Com o grupo Os Cinco Crioulos, com formação que mistura integrantes do Rosas de Ouro e do Voz do Morro, grava três álbuns entre 1967 e 1969.

Em 1979, lança o seu primeiro LP solo, Sonho de um Sambista, que traz sua composição mais notória, “Agoniza mas Não Morre”, um clássico do samba, inspirado na resistência que o ritmo impõe aos preconceitos. Na letra, Nelson diz que o samba sofre repressão nos botequins, nas esquinas e terreiros: "Agoniza, mas não morre / Alguém sempre te socorre / Antes do suspiro derradeiro". A cantora Beth Carvalho (1946-2019) trata a composição como o hino nacional dos sambistas. Ela é a primeira a gravar a canção, em 1978, no álbum De Pé no Chão.

Outro clássico de seu repertório é “Falso amor sincero” (1979). O cantor Martinho da Vila (1938) diz que seu verso preferido na obra de Nelson Sargento está na letra desse samba: “O nosso amor é tão bonito / Ela finge que me ama / E eu finjo que acredito”.

Paralelamente à carreira de músico, desenvolve aptidão para artes plásticas e literatura. A convivência com Lourenço o estimula a pintar quadros. Pinta o apartamento do jornalista e compositor Sérgio Cabral (1937), que o estimula a organizar uma exposição com sete quadros, em 1973. Nessa fase, suas pinturas são abstratas. Em um segundo momento, ele passa a retratar o cotidiano das favelas cariocas, e sua obra é comparada com a do artista Heitor dos Prazeres (1898-1966). Em 2019, 14 quadros seus são expostos no Espaço Favela do festival Rock in Rio.

Nelson também tem livros de poesia publicados. O primeiro, 'Prisioneiros do mundo' (1994), é lançado por insistência de sua mulher Evonete Belizário. Sua obra poética inclui reflexões existenciais e temas relacionados à natureza. A inspiração, tanto para as composições como para as poesias, é a vivência nas ruas e a boemia. Para ele, a diferença entre os dois tipos de criação é que nas músicas a história se desenvolve em oito versos, enquanto na poesia o enredo se desenvolve em várias frases.

A longevidade e a produtividade de Nelson Sargento tornam o compositor um ícone na história do samba. Suas composições são gravadas por alguns dos principais intérpretes do gênero, e versos de suas músicas passam a ser celebrados como clássicos que atravessam décadas.

HOMENAGENS - OBRAS DEDICADAS - PRÊMIOS - CONDECORAÇÕES

Em canções

Canção: 'Nelson Sargento' (Toninho Geraes e Chico Alves) | Álbum 'Estação Madureira'. (Toninho Geraes). Selo Alma Boêmia Discos, 2017.
Canção: 'Flores em vida' {'Para Nelson Sargento'}. (Moacyr Luz e Aldir Blanc) | Álbum "Vitória da ilusão". (Moacyr Luz). CD. Selo Dabliú, 2000.

Em Carnaval

2012 - Enredo "O samba agoniza, mas não morre: Nelson Sargento da Mangueira e do Jacaré também", da agremiação Unidos do Jacarezinho.
2015 - Enredo "Nelson Sargento: samba, inocente e pé no chão", da agremiação Grêmio Recreativo e Escola de Samba Inocentes de Belford Roxo.
2015 - Nelson Sargento, (Mangueira) recebe o 'Estandarte de Ouro de Personalidade' (Carnaval 2015), prêmio concedido pelos Jornais O Globo e Extra.
2017 - Nelson Sargento, eleito Cidadão Samba EXTRA 2017, pelos leitores do jornal.

Prêmios

2013 - Nelson Sargento recebe o Prêmio da Música Brasileira (24º ed.), na categoria 'melhor álbum de Samba', para o disco 'O samba da mais alta patente'. de Nelson Sargento (Selo Olho do Tempo, 2012).

Condecorações

2020 - Nelson Sargento é agraciado com a Medalha São Sebastião do Rio de Janeiro da Ordem do Mérito Cultural Carioca, concedido pela Prefeitura do Rio de Janeiro | A entrega aconteceu em evento realizado no Palácio da Cidade, em Botafogo, em 22.1.2020. | {"Nelson Sargento – 95 anos e uma trajetória que passa pela música, literatura e artes plásticas, mas foi através do samba que o bamba deixou obras históricas que o tornaram um cidadão do mundo. O samba é a especialidade de Nelson Sargento, um talento que sabe como ninguém retratar a vida de seu povo"}.
2016 - Nelson Sargento é condecorado 'Comendador' da Ordem do Mérito Cultural (OMC), outorgado pelo Ministério da Cultura (MinC) | A cerimônia da 22ª edição foi realizada em 7 de novembro de 2016, no Palácio do Planalto (Brasília - DF).
1996 - Nelson Sargento é condecorado com a 'Medalha Pedro Ernesto', da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, pelos serviços prestados à cultura.



OBRA MUSICAL DE NELSON SARGENTO - MÚSICA E CANÇÕES
  1. A cara do Brasil (Nelson Sargento e Arturo Oliveira)
  2. A felicidade se foi (Nelson Sargento)
  3. A mesma fantasia (Nelson Sargento)
  4. A mulher do meu amigo (Nelson Sargento)
  5. A noite se repete (Nelson Sargento)
  6. A ternura de um olhar (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  7. Acabou meu sossego (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  8. Agoniza mas não morre (Nelson Sargento)
  9. Amante vadio (Nelson Sargento e Zé Luiz)
  10. Amar sem ser amado (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  11. Apologia aos mestres (Nelson Sargento e Alfredo Português) | {Samba-enredo da Mangueira de 1949}
  12. Bálsamo (Nelson Sargento)
  13. Berço de bamba (Nelson Sargento)
  14. Cama e mesa (Nelson Sargento e Vivinha)
  15. Canção para Ivone Lara (Nelson Sargento)
  16. Cântico à natureza {Primavera} ou 'As quatro estações do ano'. (Nelson Sargento, Alfredo Português e José Bispo 'Jamelão') | {Samba-enredo da Mangueira de 1955}.
  17. Casaca, casaca (Nelson Sargento)
  18. Ciúme doentio (Cartola e Nelson Sargento)
  19. Continente negreiro (Carlos Marreta e Nelson Sargento)
  20. Conversando com o Brasil (Nelson Sargento)
  21. Cordão de palhaços (Nelson Sargento e Carlos Marreta)
  22. Cuidado (Nelson Sargento e Carlos Marreta)
  23. Cuidado com a outra (Nelson Sargento e Leo Russo)
  24. De boteco em boteco (Nelson Sargento)
  25. Decepção (Nelson Sargento)
  26. Deixa (Nelson Sargento e Cartola)
  27. Dona Xepa (Nelson Sargento)
  28. E porque não? (Nelson Sargento, Marília Trindade Barbosa e Arthur Loureiro de Oliveira)
  29. Ele deixou (Nelson Sargento e Jair do Cavaquinho)
  30. Em boa hora (Nelson Sargento, Júlio Moura e Murí Costa)
  31. Embarafustado (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  32. Encanto da paisagem (Nelson Sargento)
  33. Energia da vida (Nelson Sargento e Marília Trindade Barbosa)
  34. Estratégia (Nelson Sargento)
  35. Eu só voltarei (Nelson Sargento)
  36. Exaltação do vate (Nelson Sargento e Marreta)
  37. Falso amor sincero (Nelson Sargento)
  38. Falso moralista (Nelson Sargento)
  39. Fé em Deus (Nelson Sargento)
  40. Ficará comigo (Nelson Sargento)
  41. Fragmentos do amor (Wilson das Neves e Nelson Sargento)
  42. Fundo azul (Nelson Sargento)
  43. Homenagem a Paulinho da Viola (Nelson Sargento)
  44. Homenagem ao mestre Cartola (Nelson Sargento)
  45. Idioma esquisito (Nelson Sargento)
  46. Ídolos e astros (Marinho da Chuva e Nelson Sargento)
  47. Infra estrutura (Nelson Sargento)
  48. Jamais pensei (Nelson Sargento e João de Aquino)
  49. Jogo desonesto (Guilherme de Brito e Nelson Sargento)
  50. Labirinto de dor (Nelson Sargento)
  51. Lei do cão (Nelson Sargento)
  52. Leva-me contigo (Nelson Sargento)
  53. Mangueira, divina e maravilhosa (Nelson Sargento)
  54. Mar de lágrimas (Nelson Sargento e Guilherme de Brito)
  55. Maria Bethânia, a menina dos olhos de Oyá (Agenor de Oliveira, André Karta Marcada, Gustavo Louzada e Nelson Sargento) | {Samba-enredo 26 / concorrente / Mangueira 2017}.
  56. Mentia (Nelson Sargento e Pedro Amorim)
  57. Mesmo sangue na veia (Nelson Sargento)
  58. Minha vez de sorrir (Nelson Sargento e Batista da Mangueira)
  59. Muito tempo depois (Nelson Sargento)
  60. Mulher (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  61. Nas asas da canção (Dona Ivone Lara e Nelson Sargento)
  62. Nossos contrastes (Nelson Sargento e Martinho da Vila)
  63. O nosso amor (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  64. O destino não é restaurador (Nelson Sargento)
  65. O meu cabrito (Nelson Sargento)
  66. O remorso vai atrás (Nelson Sargento)
  67. O samba do operário (Cartola, Alfredo Português e Nelson Sargento)
  68. Padroeira (Nelson Sargento e Batista)
  69. Palhaço (Nelson Sargento e Guilherme de Brito)
  70. Papel reclame (Nelson Sargento)
  71. Parceiro da ilusão (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  72. Pela sombra (Nei Lopes e Nelson Sargento)
  73. Pensamentos cantados (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  74. Penso (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  75. Pensa bem (Nelson Sargento)
  76. Plano salte – saúde, lavoura, transporte e educação (Nelson Sargento e Alfredo Português) | {Samba-enredo da Mangueira de 1950}.
  77. Pobre milionária (Nelson Sargento)
  78. Por Deus, por favor (Nelson Sargento)
  79. Pranto ardente (Nelson Sargento e Oscar Bigode)
  80. Preciso voltar (Nelson Sargento)
  81. Primeiro de abril (Nelson Sargento)
  82. Prometo ser fiel (Nelson Sargento)
  83. Quando eu te vejo passar (Nelson Sargento)
  84. Quando Xangô pegar no apito (Nelson Sargento e Carlos Marreta)
  85. Rara (Nelson Sargento e Luiz Carlos da Vila)
  86. Reconciliação (Nelson Sargento e Tuco)
  87. Rosa Maria, flor mulher (Nelson Sargento e Wagner Tiso)
  88. Roubaram a minha mulher (Nelson Sargento)
  89. Século do samba (Nelson Sargento, Josimar Monteiro e Francisco Blanco)
  90. Sinfonia imortal (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  91. Só com ajuda do Santo (Nelson Sargento, Arlindo Cruz, Gustavo Louzada, Cosminho Vida, Wagner Santos, Jorginho Bernini) | {samba-enredo concorrente / Mangueira 2017}.
  92. Só eu sei (Nelson Sargento e Marreta)
  93. Só voltarei (Nelson Sargento)
  94. Só vou dizer (Nelson Sargento)
  95. Sonho de um sambista (Nelson Sargento)
  96. Tempo de desejo (Nelson Sargento e Marília Trindade Barbosa)
  97. Tia Nenete (Nelson Sargento)
  98. Timidez (Nelson Sargento e Arthur Moreira)
  99. Triângulo amoroso (Nelson Sargento)
  100. Vai dizer a ela (Nelson Sargento)
  101. Vale do São Francisco (Nelson Sargento e Alfredo Português) |{samba-enredo da Mangueira de 1948}.
  102. Valsa para a eternidade (Nelson Sargento e Agenor de Oliveira)
  103. Velho Estácio (Cartola e Nelson Sargento)
  104. Verão no rosto (Maurício Tapajós e Nelson Sargento)
  105. Vim lhe pedir (Nelson Sargento e Cartola)

Samba agoniza mas não morre

Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você não percebeu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você não percebeu.

Samba,
Agoniza mas não morre,
Alguém sempre te socorre,
Antes do suspiro derradeiro.

Samba,
Negro, forte, destemido,
Foi duramente perseguido,
Na esquina, no botequim, no terreiro.

Samba,
Inocente, pé-no-chão,
A fidalguia do salão,
Te abraçou, te envolveu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você não percebeu,
Mudaram toda a sua estrutura,
Te impuseram outra cultura,
E você não percebeu.
(- Música e letra de Nelson Sargento).

Fonte da Biografia:Templo Cultural Delfos

Macrorregião Sul de Minas Gerais permanecerá na “onda vermelha”

quinta-feira, maio 27, 2021
A macrorregião Sul de Minas Gerais permanecerá na “onda vermelha” do Minas Consciente de 29 de maio a 4 de junho após decisão tomada nesta quinta-feira, 27 de maio, pelo Comitê Extraordinário Covid-19, grupo que se reúne semanalmente para avaliar a situação da pandemia no Estado.


Sendo assim Itajubá, continuará adotando as mesmas medidas. Assim, o comércio deve obedecer algumas regras como distanciamento e limitação máxima de pessoas, pensando na saúde e evitando qualquer risco acentuado para a sociedade.

É importante lembrar que a população deve continuar adotando os cuidados necessários para conter a transmissão do vírus: uso de máscaras, higienização das mãos e distanciamento social.

Pode ser uma imagem de texto que diz "CORONAVÍRUS COVID.19 19 COVID Minas Consciente: Itajubá permanecerá na "onda vermelha" de 29 de maio a de junho ITAJUBÁ BOM JUSTO"

Superlua: entenda o fenômeno astronômico que ocorreu

quinta-feira, maio 27, 2021
Superlua de sangue em São Paulo

 O fenômeno conhecido como ‘superlua’ pôde ser observado no mundo todo. 

Os australianos estavam entre os sortudos: acompanharam o evento junto com o pôr-do-sol. Os ingleses se depararam com o fenômeno um pouquinho antes do amanhecer. Até parecia o Sol. E praticamente em todos os cantos do mundo foi possível enxergar.


A Lua, normalmente pálida, nesta quarta, dia 26 de maio, ficou gigantesca e vermelha. As cores variaram de acordo com localização, quantidade de nuvens, poluição e umidade, mas ela brilhou para todos.

No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor foi a moldura perfeita. Em Atenas, as ruínas gregas tomaram um banho de Lua. Não foi preciso nem binóculo nem telescópio. Bastava olhar para o céu para entender que o espaço que ocupamos no universo às vezes parece pequenino.

Esse show da lua nas últimas 24 horas foi resultado de dois fenômenos simultâneos: a ‘superlua’, que é quando a órbita lunar fica mais se aproxima da Terra, e a gente a enxerga até 14% maior, combinada com um eclipse total, quando o satélite natural fica alinhado com a Terra e o Sol, exatamente na sombra do nosso planeta.
Maior 'superlua' do ano poderá ser vista no céu de Brasília nesta  terça-feira | Distrito Federal | G1

Câmara Municipal de Itajubá-MG suspende atividades presenciais

terça-feira, maio 25, 2021

Os vereadores da Câmara Municipal de Itajubá, decidiram suspender as atividades presenciais no Legislativo. A decisão foi tomada em portaria publicada nesta segunda-feira, dia 24 de maio, após pelo menos três servidores serem diagnosticados com covid-19.

Apesar das contaminações, o parlamentar não confirmou que funcionários tenham sido infectados, nem que esse seja o motivo da interrupção das atividades presenciais. A medida começou a valer nesta terça, 25 de maio e seguirá até 6 de junho.

Segundo Vaz, a medida foi tomada como medida de controle à pandemia de covid-19 e à propagação da doença no âmbito da Câmara Municipal. O vereador também afirmou haver a necessidade de fechamento momentâneo do Legislativo, sem especificar o motivo.

Nesta segunda, dia 24 de maio, a reportagem do Diário de Itajubá foi informada, com exclusividade, que três funcionários haviam testado positivo para a covid-19. É a segunda vez que a Câmara Municipal enfrenta um surto da doença.

Em agosto do ano passado, logo após o recesso do Legislativo Municipal, um vereador, dois assessores parlamentares, uma funcionária do setor administrativo e uma funcionária terceirizada também foram infectados pelo novo coronavírus.

Com a restrição, estão impedidas reuniões solenes, comemorativas, especiais, audiências públicas, visitação institucional e outros programas promovidos pela Câmara Municipal de Itajubá, incluindo as atividades realizada pela Escola do Legislativo. Os funcionários foram dispensados e poderão trabalhar de forma remota.

Por outro lado, as sessões ordinárias poderão ser realizadas em plenário, desde que respeitando o limite de pessoas e o distanciamento social. Entretanto, parlamentares poderão continuar participando á distância.

As reuniões de Comissões Permanentes ocorrerão apenas de forma virtual, com exceção da CPI da covid-19, que poderá ser realizada de forma presencial.

"Caberá aos diretores de cada setor realizar a distribuição dos trabalhos, sendo, ainda, responsáveis pela convocação dos mesmos nas atividades presenciais excepcionais", informou o presidente da Câmara.

A medida também atinge trabalhadores terceirizados. "Os serviços terceirizados no âmbito da Câmara Municipal poderão ser realizados em regime diferenciado, conforme demanda da Casa", informou.

Fonte: Diário Itajubá-MG

Operação Lei Seca

domingo, maio 23, 2021

Na noite deste sábado, dia 23 de maio, ocorreu a Operação Lei Seca, em Piranguinho-MG, BR-459, juntamente com a Polícia Militar Rodoviária e a Polícia Militar.


A Lei Seca brasileira completa 13 anos em 2021.

De acordo com o ministério, as ações de conscientização, mesmo nesse momento de pandemia, ainda são necessárias. Por essa razão, é importante expor os riscos de dirigir depois de ter ingerido bebidas alcoólicas e substâncias psicoativas.

Para o diretor do Denatran, Frederico Carneiro, a Lei Seca é um importante instrumento para a redução do número de acidentes de trânsito. “Os efeitos ao longo dos 12 anos desde o advento da lei são evidentes. A atuação da fiscalização de trânsito, o alto valor da multa e a aplicação da penalidade de suspensão do direito de dirigir fazem com que todo condutor pense duas vezes antes de dirigir após ingerir bebida alcoólica. Nosso desafio é continuar trabalhando para conscientizar os condutores dos riscos da combinação álcool e direção”, afirmou.
Lei Seca

A lei 11.705, de 19 de junho de 2008, conhecida popularmente como Lei Seca, alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), passando a proibir a condução de veículo automotor, na via pública, estando o condutor com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a seis decigramas, ou sob a influência de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência. Antes, não havia previsão em lei do teor alcoólico necessário para a caracterização do crime, bastando que o motorista estivesse sob a influência de álcool.

Em dezembro de 2012, foi sancionada a lei 12.760, aprovada pelo Congresso Nacional, com nova alteração no CTB, que estabeleceu tolerância zero ao álcool e reforçou os instrumentos de fiscalização do cumprimento da Lei Seca: provas testemunhais, vídeos e fotografias passaram a ser aceitos como provas de que um motorista dirige sob efeito de álcool.

Quem dirige embriagado pode ser multado em R$ 2.934,70, e o valor dobra se o motorista for flagrado novamente dentro de um ano. O condutor terá seu direito de dirigir suspenso por 12 meses, além de ter o veículo recolhido, caso não se apresente condutor habilitado e em condições de dirigir.
Fiscalização

Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), apenas durante a pandemia (11/03 a 31/05), foram contabilizados 11.268 acidentes, sendo 969 deles (8,6%) provocados pela ingestão de álcool. O consumo de álcool foi responsável por 7% do total de óbitos, que chegaram a 958.

Ao longo de 2019, o total de acidentes provocados por bebidas alcoólicas foi de 5.631, sendo 1.412 graves. Além disso, cerca de 18 mil motoristas foram notificados por serem flagrados dirigindo sob efeito de álcool.










Brasil terá 3ª onda da Covid-19

sábado, maio 22, 2021
O Brasil deve ter um novo aumento de mortes por covid-19 nos próximos dias e, no pior dos cenários, irá registrar 973 mil óbitos relacionados à doença até setembro. Os dados são de uma projeção feita pelo Instituto Para Métricas de Saúde e Avaliação (IHME), da Universidade de Washington, nos Estados Unidos.

O Brasil registrou 2.136 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando nesta sexta-feira (21) 446.527 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias chegou a 1.963. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -8% e indica tendência de estabilidade nos óbitos decorrentes do vírus.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia da covid-19. no Brasil, consolidados às 20h desta sexta. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

O instituto trabalha com três hipóteses. Na projeção mais otimista, os pesquisadores consideram que 95% da população usará máscaras de proteção contra a covid-19.. Em outra, que eles chamam de projeção atual, é esperado que o ritmo de vacinação seja mantido e que a variante B.1.1.7 continue se espalhando em certos locais. No pior dos cenários, com o maior número de mortes, eles consideram que as pessoas já vacinadas vão abandonar as medidas de prevenção à covid-19.

Nas três conjunturas, o IHME projeta que o Brasil voltará a registrar três mil mortes diárias no dia 31 de maio. Na projeção atual e no cenário mais otimista, o novo pico de óbitos seria no início de junho, com cerca de 3,1 mil mortes por dia. Nessas duas hipóteses o número diário de mortes começaria a cair no dia 6 de junho e alcançaria entre 200 (mais otimista) e 480 óbitos (projeção atual) por dia no início de setembro.

No pior cenário, aquele em que os vacinados deixam de lado a prevenção à covid, o pico aconteceria no início do inverno, em 6 de julho, com quase quatro mil mortes. O número é o dobro do projetado no cenário intermediário (1,9 mil) e quase quatro vezes mais do que as mortes previstas na hipótese mais otimista (1,1 mil). Nessa conjuntura, o País ainda estaria no patamar das duas mil mortes diárias no início de setembro.

O instituto também projeta o total de mortes que o País pode alcançar em cada uma das hipóteses formuladas. No cenário mais pessimista, o Brasil pode ter 973 mil mortes até o início de setembro. A previsão atual é para 832 mil mortes no período e a análise mais otimista prevê 779 mil mortes.


A diferença entre as projeções reforça a importância das medidas de prevenção ao coronavírus. Se pelo menos 95% dos brasileiros usarem máscara adequadamente, cerca de 200 mil vidas poderão ser poupadas em pouco mais de três meses, segundo o IHME.

A epidemiologista Ethel Maciel, professora da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), diz que o uso de máscaras, o distanciamento físico e a higienização das mãos são fundamentais neste momento. "Nós ainda estamos com o número de casos muito alto. Há muitas pessoas infectadas circulando pelas cidades e muitas delas nem sabem que carregam o vírus", fala.

Ela diz que os cuidados também devem ser seguidos pelas pessoas que já se vacinaram. Com a transmissão em alta, os imunizados não estão totalmente protegidos e podem ser uma fonte de contágio.

Outra dica da epidemiologista é manter os ambientes arejados, principalmente durante o inverno que se aproxima. Ela aconselha o uso de máscaras com maior capacidade filtrante, como as PFF2, tanto nos locais de uso obrigatório (como mercado e transporte público) quanto ao visitar alguém. No momento, a recomendação é para que se evite visitas não urgentes.

Fonte: O Tempo

Homem com 59 anos morre em acidente na BR-459 em Piranguinho-MG; Colisão entre Moto e Ambulância.

sexta-feira, maio 21, 2021
Por volta das 19:00hs a polícia Militar Rodoviária foi acionada em decorrência de um acidente com vítima fatal na BR-459 em Piranguinho-MG.


De acordo com o Sargento Oliveira, o acidente envolveu uma ambulância da Secretária Municipal de Saúde de Pouso Fundo e uma motocicleta. A ambulância estava transitando sentido Santa Rita do Sapucaí-MG para Piranguinho-MG, sendo que a motocicleta estava vindo em sentido contrário.

Na altura do ponto 142 havia um transito intenso, a ambulância foi realizar uma ultrapassagem quando neste momento deparou com a motocicleta, vindo em sentido contrário. O motorista da ambulância foi tentar desviar para o acostamento, para o lado esquerdo, no entanto a motocicleta desviou para o mesmo lado, sendo impossível evitar a colisão frontal.

Foto: Polícia Militar Rodoviária



Fotos: Jornal o Aperitivo

A vítima fatal era de Cachoeira de Minas e segundo familiares ele estava trabalhando em Itajubá-MG.

O Jornal o Aperitivo da os pêsames aos familiares e amigos da vítima. Que Deus conforte o coração de todos.

E aos militares parabenizamos pelo trabalho que sempre desempenham. 


Equipe da Polícia Militar Rodoviária. 3º Grupamento de Paraisópolis-MG.
Sargento Oliveira
Cabo Assis

Politicando: Jogo de Mágica???

quarta-feira, maio 19, 2021

➨ De repente a preocupação é fazer lago???!!! Em quanto isso moradores do bairro Santa Isabel, em Piranguinho, estão reclamando da poeira. E como ficam as estradas rurais???

➨ Sobre o Covid-19, só vejo aumento de casos, cadê as limpezas das ruas, de forma periódica?? e Fiscalização que tanto foi prometida?? Fiscais fazendo ronda em trechos da rodovia???

➨ Será que as eleições de velhos e novos deputados estão mexendo tanto com a cabeça do executivo e legislativo que eles estão querendo aparecer mais que os futuros deputados, que estão a "busca" de eleitores.

➨ Fiquem de olho nas indicações que foram feitas ano retrasado, em mandados passados de vereadores. Pois tem vereador que está usando desta indicação, falando que foi ela quem a fez. Fiquem de olho para não serem iludidos. Mais um motivo da Câmara Municipal de Piranguinho ter transmissão ao vivo de suas sessões. A população tem que ficar a par de tudo, e não fazer isso é só uma maneira de deixar ela longe do que realmente é falado nas sessões. Ficar pegando áudio o tempo todo não dá. A população precisa desta ferramenta. A Câmara tem verba para este fim.

➨ O que aconteceu com a Câmara de vereadores, eles estão a favor do povo ou ...???

➨ Cadê os políticos que falaram tanto na campanha eleitoral???? Agora eleitos o que realmente o que eles estão fazendo???

➨ Lembrem que fazer media é fácil. Deem prioridade ao que seu eleitor precisa.

➨ Politicando lembra dos momentos do ex-vereador Marinho e Bruno, que questionavam cada atitude errônea ou que gerasse alguma duvida na população. Assim o Jornal parabeniza os dois ex-vereadores da cidade de Piranguinho, que está fazendo falta.

➨ Sobre a responsável pela secretária de Saúde da cidade, venho dizer que as outras pessoas que trabalham na área da saúde não tem nada a haver com esse comentário, ficando restrito apenas a "Chefe".
Vejo uma má administração, gerada por um total despreparo. Ao me deparar com a fila da UBS de Piranguinho, sem uma fiscalização. Pessoas misturadas, tanto com covid-19, quanto idosos sem nenhum caso. Onde ficam os devidos cuidados? Tanto funcionários e pacientes expostos ao vírus. Não é função da "Chefe" de saúde fazer uma "melhor" organização. 
Sem falar na falta de higiene do local. A limpeza não tem que ser regular???

➨ Família fica com Covid, várias pessoas confirmadas na família e a UBS só atendeu 2 deles. Por isso não muda o número. Será que tem algo de errado??? **Temos confirmação dessa notícia.

➨ Não adianta culpar o comércio, e o próprio lugar que tem que cuidar dos pacientes fica em certas condições. Espero que esse olhar de longe, ajude a melhorar essa situação. Fingir que não é com você, é o mesmo que tampar os olhos para a população. 

➨ Dia 18 de maio foi o dia da campanha Nacional contra a exploração de abuso infantil, no entanto deixamos um adendo. Proteger quem faz abuso contra menores não é errado??? Vamos colocar a mão na consciência e fazer o seu devido trabalho, e parar de ser hipócrita fazendo vídeo para se promover. É assim que devem ser feito as coisas?? Vamos proteger nossas crianças e adolescentes. Se o conselho tutelar de sua cidade não resolver, disque 100.

➨ O Jornal o Aperitivo em meio a tantas coisas ruins que andam acontecendo com o mundo, vem dar os pêsames a cada pessoa que perdeu um ente querido, tanto pela Covid-19 ou por outros casos. Estamos passando por tempos difíceis e todos tem que ser apoiados.

➨ O Jornal também apoia todos os comerciantes que estão fazendo das "tripas coração" para manter seus comércios abertos. Já que muitos são autônomos e acabam lutando sozinhos. 

➨ Parabenizados também todos os profissionais que realmente fazem o seu trabalho com Amor, tanto saúde, quanto comércio, auxiliares e etc.

- Nica Montanha
** Sobre os dados publicados, foi verificado.

Caminhão de bebida alcóolica capota na divisa entre Wenceslau Braz-MG e Delfim Moreira-MG

terça-feira, maio 18, 2021
Nesta terça-feira, dia 18 de maio, ocorreu um acidente com vítima proveniente de um capotamento de um caminhão com carregamento de bebida alcóolica (Vodka Smirnoff), no KM 6 da BR-459, divisa entre Wenceslau Braz-MG e Delfim Moreira-MG.

Do exposto a guarnição do 2º Pel Bombeiros Militar deslocou para o local em comboio juntamente com a ASM-0661.

Com a chegada das guarnições no local, os militares observaram que o caminhão da transportadora Trans-Magna e logo a frente a vítima, sentado às margens da rodovia, após sua saída do caminhão tombado. De imediato a guarnição com uso de um colar cervical e prancha rígida o imobilizou e dentro da unidade de resgate verificou os sinais vitais da vítima. 

A vítima no momento do atendimento encontrava-se consciente e orientada, relatou apenas dores na região cervical e lado esquerdo do ombro, devido ao choque no momento do tombamento da carreta. Segundo o mesmo, perdeu o freio na curva da rodovia BR-459. Com a vítima prontamente imobilizada, consciente e orientada as guarnições deram início ao deslocamento para o pronto socorro do Hospital de Clinicas de Itajubá, onde foi recebido pela equipe de plantão médica. 






Durante o percurso a vítima teve seus monitoramentos, sinais vitais e nível de consciência aferidos pela guarnição de Bombeiros até sua entrada no Hospital.

Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

terça-feira, maio 18, 2021
18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data determinada oficialmente pela Lei 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, de 08 anos de idade, que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. Portanto, o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes incentiva que em todo o Brasil sejam realizadas ações que visem alertar toda a sociedade sobre a necessidade da prevenção à violência sexual.


Diariamente crianças e adolescentes são expostos a diversas formas de violência nos diversos ambientes por eles frequentados. Dessa forma, a família, a sociedade e o poder público, devem ser envolvidos na discussão e nas atividades propostas em relação à prevenção ao abuso e exploração sexual, alertando principalmente que as vítimas, em sua grande maioria, não tem a percepção do que é o abuso sexual.

A violência sexual de crianças e adolescentes pode ocorrer em várias idades (incluindo bebês), e em todas as classes sociais, podendo ser de várias formas, como:
abuso sexual: a criança é utilizada por adulto, ou até um adolescente, para praticar algum ato de natureza sexual;
exploração sexual: usar crianças e adolescentes com propósito de troca ou de obter lucro financeiro ou de outra natureza em turismo sexual, tráfico, pornografia, ou também em rede de prostituição.

Assim que for identificada a violência sexual, antes mesmo de conversar com a vítima, é importante entrar em contato com profissional que possa colaborar e dar o encaminhamento correto de acordo com o caso, conforme a Lei nº. 13.431/2017.

Ressaltamos a importância do trabalho em rede, destacando os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (CREAS), que são unidades públicas que funcionam como porta de entrada para o atendimento de pessoas em situação de risco social ou que tiveram seus direitos violados. Salientamos que principalmente não culpabilizem a criança ou o adolescente e que, identifiquem quaisquer elementos e situações de risco que possam haver.

Havendo alguma suspeita é possível fazer a denúncia por meio do canal Disque 100. A ligação é gratuita, funciona todos os dias da semana, por 24h, inclusive sábados, domingos e feriados. A denúncia pode ser feita também na Polícia Militar, pelo número 190, ou Polícia Rodoviária Federal, pelo 191. O sigilo é garantido, e as ligações podem ser feitas por aparelhos fixos ou móvel. Mais informações poderão ser obtidas no site www.facabonito.org.br.


Selecionei algumas partes de três importantes leis: 
a Constituição Federal, o Estatuto da Criança e do Adolescente e o Código Penal. Vale a pena ler!

Constituição Federal

Art. 227 - É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

§ 4.º A lei punirá severamente o abuso, a violência e a exploração sexual da criança e do adolescente.

Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei 8.069/1990, com alterações da Lei 11.829/2008.

Art. 5° - Nenhuma criança ou adolescente será objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão, punido na forma da lei qualquer atentado, por ação ou omissão, aos seus direitos fundamentais.

Art. 240. Produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente:
Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa.
§ 1o Incorre nas mesmas penas quem agencia, facilita, recruta, coage, ou de qualquer modo intermedeia a participação de criança ou adolescente nas cenas referidas no caput deste artigo, ou ainda quem com esses contracena.
§ 2o Aumenta-se a pena de 1/3 (um terço) se o agente comete o crime:
I – no exercício de cargo ou função pública ou a pretexto de exercê-la;
II – prevalecendo-se de relações domésticas, de coabitação ou de hospitalidade; ou
III – prevalecendo-se de relações de parentesco consanguíneo ou afim até o terceiro grau, ou por adoção, de tutor, curador, preceptor, empregador da vítima ou de quem, a qualquer outro título, tenha autoridade sobre ela, ou com seu consentimento.” (NR)

Art. 241. Vender ou expor à venda fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa.” (NR)

Art. 241-A. Oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
Pena – reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa.
§ 1o Nas mesmas penas incorre quem:
I – assegura os meios ou serviços para o armazenamento das fotografias, cenas ou imagens de que trata o caput deste artigo;
II – assegura, por qualquer meio, o acesso por rede de computadores às fotografias, cenas ou imagens de que trata o caput deste artigo.
§ 2o As condutas tipificadas nos incisos I e II do § 1o deste artigo são puníveis quando o responsável legal pela prestação do serviço, oficialmente notificado, deixa de desabilitar o acesso ao conteúdo ilícito de que trata o caput deste artigo.

Art. 241-B. Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos, e multa.
§ 1o A pena é diminuída de 1 (um) a 2/3 (dois terços) se de pequena quantidade o material a que se refere o caput deste artigo.
§ 2o Não há crime se a posse ou o armazenamento tem a finalidade de comunicar às autoridades competentes a ocorrência das condutas descritas nos arts. 240, 241, 241-A e 241-C desta Lei, quando a comunicação for feita por:
I – agente público no exercício de suas funções;
II – membro de entidade, legalmente constituída, que inclua, entre suas finalidades institucionais, o recebimento, o processamento e o encaminhamento de notícia dos crimes referidos neste parágrafo;
III – representante legal e funcionários responsáveis de provedor de acesso ou serviço prestado por meio de rede de computadores, até o recebimento do material relativo à notícia feita à autoridade policial, ao Ministério Público ou ao Poder Judiciário.
§ 3o As pessoas referidas no § 2o deste artigo deverão manter sob sigilo o material ilícito referido.

Art. 241-C. Simular a participação de criança ou adolescente em cena de sexo explícito ou pornográfica por meio de adulteração, montagem ou modificação de fotografia, vídeo ou qualquer outra forma de representação visual:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.

Parágrafo único. Incorre nas mesmas penas quem vende, expõe à venda, disponibiliza, distribui, publica ou divulga por qualquer meio, adquire, possui ou armazena o material produzido na forma do caput deste artigo.

Art. 241-D. Aliciar, assediar, instigar ou constranger, por qualquer meio de comunicação, criança, com o fim de com ela praticar ato libidinoso:
Pena – reclusão, de 1 (um) a 3 (três) anos, e multa.
Parágrafo único. Nas mesmas penas incorre quem:
I – facilita ou induz o acesso à criança de material contendo cena de sexo explícito ou pornográfica com o fim de com ela praticar ato libidinoso;
II – pratica as condutas descritas no caput deste artigo com o fim de induzir criança a se exibir de forma pornográfica ou sexualmente explícita.

Art. 241-E. Para efeito dos crimes previstos nesta Lei, a expressão “cena de sexo explícito ou pornográfica” compreende qualquer situação que envolva criança ou adolescente em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais de uma criança ou adolescente para fins primordialmente sexuais.

Código Penal

Estupro
Art 213.

"Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso:

Pena: reclusão, de seis a dez anos.

Atentado violento ao pudor
Art. 214:
"Constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a praticar ou permitir que com ele se pratique ato libidinoso1 diverso da conjunção carnal."

Pena: reclusão, de seis a dez anos.

1Ato libinoso é o que visa ao prazer sexual.

Sedução
Art. 217:
"Seduzir mulher virgem, menor de dezoito anos e maior de catorze, e ter com ela conjunção carnal2, aproveitando-se de sua inexperiência ou justificável confiança."

Pena: reclusão, de dois a quatro anos.

2Conjunção carnal é a relação sexual, entre um homem e uma mulher, caracterizada pela penetração do pênis no interior da vagina.

Corrupção de menores
Art. 218:
"Corromper ou facilitar a corrupção de pessoa maior de catorze e menor de dezoito anos, com ela praticando ato de libidinagem, ou induzindo-a a praticá-lo ou presenciá-lo."

Pena: reclusão, de um a quatro anos.

Pornografia
Art. 234:
"Fazer, importar, exportar, adquirir ou ter sob sua guarda, para fim de comércio ou distribuição ou de qualquer exposição pública, escrito, desenho, pintura, estampa ou qualquer objeto obsceno."

Pena: detenção, de seis meses a dois anos ou multa.

Abuso, violência e exploração sexual de crianças e adolescentes são enquadrados penalmente como corrupção de menores (art. 218) e atentado violento ao pudor (art.214 ), caracterizado por violência física ou grave ameaça.

O abuso sexual de meninas e meninos e de adolescentes inclui a corrupção de menores, o atentado violento ao pudor e o estupro (art. 213).

Com a Lei 8.072, de 25 de julho de 1990, o estupro e o atentado violento ao pudor passaram a ser considerados crimes hediondos e tiveram as penas aumentadas.

Os autores de crimes hediondos não têm direito a fiança, indulto ou diminuição de pena por bom comportamento.

Os crimes são classificados como hediondos sempre que se revestem de excepcional gravidade, evidenciam insensibilidade ao sofrimento físico ou moral da vítima ou a condições especiais das mesmas (crianças, deficientes físicos, idosos).




Tecnologia do Blogger.